> Elisa entre gotas de poesia: Filmes & Poesias

Filmes & Poesias




A Bela & a Fera 

No interior da França
Vivia um príncipe 
Um tanto cruel e mimado
Que escondia os mistérios
De seu passado
O príncipe
Agraciado por sua beleza
Em um baile
Em seu castelo
Poderia estar
A procura de sua princesa
Se uma bruxa
No meio da noite
Não aclamasse por abrigo
A vossa alteza!
Ela lhe ofereceu
Uma rosa
Por gentileza
Ele tão convencido
Não mostrou-se cordial
Tão amigo
E sem candura
Expulsou a bruxa
Por sua velhice, pobreza e feiura!
A feiticeira
Vendo o príncipe
Agir daquela maneira
Tão fria e arrogante
Com sua magia
Desfez-se de seu roupante
Mostrou que beleza
Ela tinha 
E como punição
Lançou uma
Maldição no castelo
E em todos que lá
Habitavam
Quem dera
O príncipe virou
Uma fera
E para quebrar o feitiço
Voltando assim
A sua antiga aparência
O príncipe deveria
Descobrir o amor
E ser correspondido
Senão o seu castigo
Seria ser uma fera
Por toda a sua existência
Mas que desgosto!
Quem seria capaz de amar
Um monstro?                                     

"Tudo é igual
Nessa minha aldeia..."
Canta a camponesa
Cujo nome significa
Beleza!
Ela ama os livros
E lê histórias
De ogros e donzelas
Não tem muitos amigos
E a vila diz
Bonjour
Para a nossa Bela,
Uma garota
Um tanto estranha
"Tão distraída lá vai ela..."
Casamento?
Não!
Muito obrigada
Gaston
Por favor,
"Eu quero mais que a vida
No interior..."
Se essa garota
É um tanto esquisita
É uma criatura
Apaixonada por leitura
Tão bonita!
Gosta de contos de espadas
De príncipes disfarçados
A vila diz
Que ela é um tanto engraçada
Não quer um namorado!
Uma moça diferente
Metida a inteligente?
Ela não pretende se casar
Mas Gaston
Quer levar Bela
Direto para o altar!
Bonjour
Filha de um inventor
Bela quer descobrir o mundo
Visitar lugares distantes,
Uma vida longe
Do interior!
Maurice
O pai da Bela
Chamado
Por toda a vila
De doido varrido,
Um matusquela 
 Promete para
A filha
Trazer-lhe
Uma rosa
E acaba
Preso num calabouço
Pela Fera!
E ela
Corajosa e destemida
Troca a sua liberdade
Pela vida de seu pai!
"Não poderá sair daqui jamais"
Diz a Fera
Bela fica triste
E desesperada
Sente saudades
De sua casa
Objetos encantados
Falam
Sobre a maldição
Que atingiu
O príncipe encantado
Bela fica espantada e
Surpresa
Com essa situação
Eles acham
Que ela pode ser
A garota tão esperada
E ficam comovidos
Com sua coragem e beleza!
Mademoiselle
Fique à vontade
Esses são seus aposentos
Vamos jantar
Prove a nossa comida
A ala oeste é proibida! 
Bela tão sabida e curiosa
Sobe as escadas
Vê o rosto da família real
Descobre a rosa
E a Fera fica furiosa
Como um animal 
E a expulsa sem cessar
Bela assustada
Diz que não ficará
Nem mais um segundo 
Naquele lugar!
Sai a cavalgar
Fica encurralada
Entre lobos famintos
A Fera a salva
E Bela fica agradecida
Afinal a besta salvou sua a vida!
"E ele foi tão gentil e tão cortês
Por que será que não notei nenhuma vez
Estamos vendo alguma coisa acontecer"
O quê?
Num baile
Num extenso salão
Sentimentos são
Como uma canção
Para a Bela & a Fera
Ela de princesa
Com um lindo vestido amarelo
Ele tão gentil
A retribuiu
Com um simples sorriso sincero
Ela sorriu
Durante a dança
Um novo casal surgiu
Tão belo...
Tudo parecia tão
Encantador
Até Bela
Olhar pelo espelho mágico
E ver o destino de seu pai
Tão trágico!
A Fera vendo seu sofrimento
A libertou por amor
Havia pouco tempo
Por dentro ele chorou
Seu destino
Ignorou
Parem:
Meu pai não é louco!
Que tumulto
Que sufoco!
Espelho:
Mostre a Fera
Toda aldeia se desespera
Vai nos devorar?
Meu Deus quanto azar!
Não 
Ele é gentil e bondoso
Gaston todo insinuoso
Afirma 
Que Bela só pode estar louca
"Se eu não a conhecesse bem
Diria que até gosta dele"
Tranquem ela
E vamos todos matar a Fera!

E você, já assistiu a versão live-action do filme A Bela & a Fera?
O que achou do filme?
O baile já vai começar!
Vamos dançar!
















11 comentários:

  1. Oi
    Este filme é maravilhoso ❤ uma bela história. O poema é belíssimo 😍
    Bjo

    ResponderExcluir
  2. Adorei a poesia. Já assiti ao desenho, mas o filme ainda não, estou muito ansiosa para assistir.

    ResponderExcluir
  3. tão lindo essa poesia que até emociona a gente

    ResponderExcluir
  4. Oie tudo bem? Esse filme é um dos meus preferidos da disney, e a poesia ficou tão bela como a personagem. Sucesso

    ResponderExcluir
  5. Que encanto essa poesia.
    Não assisti a versão live action, só a animação que é a minha favorita!

    Beijinhos,
    Aline Magalhães
    Alineland

    ResponderExcluir
  6. Essa poesia ficou muito linda, tão linda quanto o filme.
    O filme é maravilhoso e estou querendo ver novamente, já que não consegui ver no cinema o jeito vai ser alugar novamente.
    Bjinhos,
    www.prosaamiga.com.br

    ResponderExcluir
  7. Que lindo poema, eu já vi esse filme na versão antiga. Quero muito ver a versão nova!
    Bjs (•‿•)

    ResponderExcluir
  8. Olá, que bela e encantadora poesia!! Assisti o filme e gostei muito! A versão ficou ótima na minha opinião, só não achei o príncipe tão bonito!

    Bjs,
    http://contosdacabana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Que poema belíssimo da Bela e a Fera! Que perfeito.Eu amei o filme, o desenho.E seu poema!

    ResponderExcluir
  10. Olá! É linda essa história e amo a versão para o cinema.
    Muito bom você compartilhar no blog. Bonita poesia !!!
    super bjooo

    ResponderExcluir
  11. Oii, não assistir a outra versão, vou procura pra assistir! Bjs

    ResponderExcluir