> Elisa entre gotas de poesia: A Branca de Neve e o príncipe Bocada

A Branca de Neve e o príncipe Bocada





Era uma vez
Uma tal de Branca
Que gostava de rebolar
Dançar Funk
E malhar as "pelancas"
Ela era "vilady"
Pobre
Desbocada
Gostava de usar
Calça jeans
Toda rasgada
Enquanto sua mãe gritava:
Baixa o som
Sua malcriada
Ela dançava
Postava
E dava risada
Tinha sete amigos
De baixa estatura
Branca queria emagrecer
Perder uns quilinhos
Na cintura
Uma adolescente
Uma jovem
De um metro e oitenta
De altura
Queria estudar
Viajar
Ser alguém
Talvez ser cantora
Bailarina contemporânea
Ficar zen
De boa com a vida
Branca
Estava meio deprimida
Era a única do colégio
Que não tinha namorado
As amigas davam dicas de beleza
E as "bruxas"
Faziam bullyng
Com a princesa
Só porque ela não conseguia
Trocar o hambúrguer
Pela maçã
Em um dia de chuva
Bem cedo
Às sete horas da manhã
Antes de tocar o sinal
Um guri passou de skate sorrindo
Abanou e deu tchau
Que legal
Pensou Branca
Ele parece ser divertido
E aí qual é a tua princesa?
Sem grana pra pintar as unhas?
Comprar um vestido?
Cabelo lindo
Escuro
Pele clara feito
Um papel
Até breve
Branca de Neve



E ela ficou
Toda envergonhada
Com aquela rápida e criativa
Cantada
Juca morava por aquelas bandas
No inverno vendia laranjas
No verão vendia mangas
Era sorveteiro
Jardineiro
Sapateiro
Pedreiro
Morava em um sobradinho
No lado de um beco
Barra pesada
Era simples
Simpático com todos
O príncipe da bocada
Distribuía moedinhas
Jogava futebol
Tomando sacolé
E comendo cocada
Um dia
A tardinha
Ao sair da padaria
Com medo de assalto
Branca tropeçou
Quebrou o salto alto
E gritou:
Ai
E aí que fiasco minha lindeza
Espelho espelho meu
Nunca viu doce beleza...
Da próxima vez
Não se encana
Vai de tênis
Ou de havaianas
Tá ligado?
Prazer Juca da Bocada
Ah
Era o guri do skate
Branca sorriu
Ficou vermelha
E deu risada
E aí qual é a charada?
Vem cá comigo
Vou te apresentar
Os meus parceiros
Toda gurizada
E aí galera
Essa é a nova Cinderela
Branca das Neves
É o nome dela
Ela estuda no Colégio Nossa Rainha
Chega aí
Toma um refrigerante?
Come umas frutinhas?
Essa é a minha quebrada
Prazer senhorita
Nossa meu
Como ela é bonita
Esses são meus bruxos
Pedro Brabo
João Achim
Lucas preguiça
Tiago líder
Pablo charmoso
Diego aloprado
E aquele todo feliz
Tatuado de piercing no nariz
Se chama Marcelo
Seja bem vinda
A minha humilde casa
Meu grande castelo!
E Branca chegou juntinho
Será que rola um selinho?





11 comentários:

  1. Oi Elisa! Tudo bem?

    Diferente a proposta do seu textinho, eu gostei! A branca de neve adolescente e das raives é demais kkk

    Grande abraço!
    http://www.cafeidilico.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado Victor Nascimento, obrigada pelo comentário! Bju

      Excluir
  2. hello, i'm new follower of your blog, can you follow mine?
    https://amoriemeraviglie.blogspot.it/

    ResponderExcluir
  3. Ciao, io parlo italiano!
    Si io sto seguendo il tuo blog :)
    Grazie
    Bacio
    Anch'io sto seguendo in google+ e la tua fanpage
    Ho amato tuo blog! Troppo bello!

    ResponderExcluir
  4. Uma Branca de Neve bem diferente e bem moderna...
    Gostei, muito legal.
    Blog ArroJada Mix

    ResponderExcluir
  5. Gostei bastante do texto bem divertido, a Branca do texto é totalmente diferente mas gostei muito dela, espero que role pelo menos um selinho ela merece, bjs.

    ResponderExcluir
  6. haha Gostei, Parabéns pela criatividade amore.

    ResponderExcluir
  7. oi!
    Que legal :D adorei o texto. Parabéns! Você escreve super bem ;)
    bjo

    ResponderExcluir
  8. Texto super legal e divertido adorei

    ResponderExcluir
  9. Que bacana esse texto contemporâneo, amei essa Branca de Neve jovial.
    Bjinhos,
    www.prosaamiga.com.br

    ResponderExcluir
  10. Que texto mais lindo, adorei a história.
    big beijos

    ResponderExcluir