> Elisa entre gotas de poesia: Doces ou travessuras?

Doces ou travessuras?





Meia-noite
Toc Toc
Batidas na porta
Quem será?
Um fantasma e um orc
Pedindo um pedaço de torta!
Fiquei pasma!
A assombração disse
Boo
Quando olhei
Para uma árvore morta
E vi um corvo e um urubu!
Cuá Cuá
Doces ou travessuras?  




Um ruído
Uma rachadura
Dois latidos
Au-au
Um mendigo caolho
De uma perna de pau!
Um lobo uivou...
Aúuuuuuu
Novamente
A campainha soou
Din-don
É a vizinha vestida de bruxa!
Alguém me chamou na cozinha?
Gargalhadas
Ha Ha Ha Ha
O gato se assustou
Miauuu
E pulou da almofada!
Ouvi outra batida
Duas pancadas
Plaft
Outra risada
Tro-lo-ló...
Não era nada...
Deixa de conversa fiada!
Opa
Que susto!
Soluço
Ic
Era apenas o meu filho
Vestido de urso!
Toca o telefone
Trimmm
Na televisão
Click
Passa um filme de terror
Um lobisomem
Mordeu um ator de cinema
Que loucura!
Uma caveira rindo
E recitando um poema!
Um grito
Ai Ai
Quem é aquele homem ali na janela?
Onde?
Espera...
O tio sumiu!
Um assovio
Fiu Fiu
Que arrepio!
Um calafrio
Brrr
Parece que está ficando frio!
Quem rio?
Alguém espirrou
Atchim
Outro tossiu
Coff Coff
Quem foi?
O boi da cara preta!
Quem é aquele guri
Segurando uma marreta?
Um zumbi!
Espanto!
Um diabo de manto vermelho
Olha lá
O reflexo daquele menino
Não aparece no espelho!
Palmas
Cláp Cláp
Um vulto
Uma alma penada!
Ufa...
Era apenas a minha avó
Sem dentadura
Descendo as escadas!
Tic Tac
Parece que eu vivo
Numa mansão assombrada!
Apagou a luz?
Ah!
Que abóbora macabra!










0 comentários:

Postar um comentário