> Elisa entre gotas de poesia: A garota do guarda-chuva amarelo

A garota do guarda-chuva amarelo


O guarda-chuva amarelo voa, voa
Voa na chuva
Voa com a garoa
Está chovendo muito
E uma menina ri à toa
Com seu guarda-chuva amarelo
Todo colorido
É pulando cada poça d´água
Que ela fez
Um novo amigo
Que tem outro guarda-chuva
Cheio de cupidos
Mas quando ela chegar



Toda molhada em casa
A menina vai ficar de castigo
Que frio no umbigo!
O guarda-chuva amarelo
Fechou
Voou
Virou com o vento
Nossa
Quantos contratempos
A menina dança na chuva
E decora cada movimento
Nesse tempo nublado
Ela vê guarda-chuvas
Por todos os lados
Grandes, pequenos
De uma cor só
Com estampas em xadrez
Com estampas em dominó
De bolinhas, quadriculados
Com flores de girassol
E desenhos de beijos roubados
Tem um guarda-chuva
Tão enorme voando pelo céu
Que parece um guarda-sol
Protegendo os cabelos
Da Rapunzel de tranças
E de repente sai a chuva
E entra o sol
Outra nuança
Uma viúva aparece na janela
Para admirar a menina
Brincando tão bela
A garota
Pula, pula
E acena para viúva
Comendo em pleno inverno
Um picolé de uva
Começa a tempestade
E novamente
Os guarda-chuvas
Invadem as cidades
Como flores flutuantes
Chapéus gigantes
Que protegem os casais
Que escondem os amantes
Cuidado
Segura teu guarda-chuva
Lá vem mais uma rajada de vento
Fazendo a curva
Que mudança de tempo
Maluca
O guarda-chuva protege a cuca
Mas deixa os pés ensopados
Logo ali
Um casal de namorados
Segurando dois guarda-chuvas
Feitos de coraçãozinhos
Apaixonados
A menina
De saia comprida
Até abana
E dá um tchauzinho
Dança com sua sombrinha de margarida
E continua alegre
Brincando com o seu guarda-chuva amarelo
Sorrindo pra vida!



0 comentários:

Postar um comentário