> Elisa entre gotas de poesia: Lua

Lua







Lua cheia
Lua nova
Lua brilhante no céu
Que acompanha o movimento dos teus olhos
Dos teus olhos cor de mel
Lua das damas
Lua que engana, me ama, me chama
Lua das mucamas
Lua do véu
Que toda tímida e envergonhada
Se esconde atrás das nuvens do céu
Lua de mel
Lua minguante
Dos lírios
Dos cílios dos amantes
Lua brilhante!



Prateada, platinada, dourada
Lua encantada
Dos seres, dos homens
Lua de lendas, de rendas, de prendas
Lua de fábulas
De vampiros, de lobisomens
Lua
Meu olhar te acompanha
Do vidro do carro
Fico tão hipnotizada
Que me esqueço
De todos os meus vícios
Da bebida, do cigarro
Lua
Eu te agradeço
Por olhar pra mim
Por cuidar de mim
Da minha rua, do meu endereço
E emprestar a tua luminosidade
Lua
Não desapareça
Que eu já fico com saudades
Na praia
No deserto
Nosso destino é incerto
Mesmo sem as estrelas
O brilho da lua
Sempre está por perto!
Lua tão acanhada
Dos filmes, dos contos de fadas
Lua das camélias, das Amélias
Lua que não sai de férias!
Lua
Das comédias
Das tragédias
Lua de mil disfarces!
Teu brilho é mais forte
Que o sol de Vênus
Que o sol de Marte
Lua
Atrás de um poste de rua
Atrás de tantos prédios
A gente brinca de esconder
Nem tomo mais remédios
Para ver o anoitecer
Lua
Estou aqui
Já pode aparecer

















0 comentários:

Postar um comentário