> Elisa entre gotas de poesia: A dona de casa Cinderela

A dona de casa Cinderela







A dona de casa
Quer casar
Ela limpa, limpa
E limpa sem parar
Com o rolo na mão,
A massa
Ela precisa amassar!
Faz bolo
Faz pizza
Tudo com um cheirinho
Caseiro
A dona de casa
Limpa, limpa
Limpa tudo
O dia inteiro!
Arruma a cama,
Arruma o sofá
Desinfeta o banheiro!
Passa e dobra as roupas,
Até o armário
Ela tem que arrumar!



Arruma, arruma
E ainda se olha no espelho
E se perfuma!
Pega a faca e o esfregão
E ainda segura um
Buquê de flores
Com a outra mão!
Limpa o banheiro,
Enxagua o chão
Troca o lençol e a fronha
Do travesseiro
Lava louça,
E faz pão caseiro!
Atende ao telefone
E à campainha,
Quem será?
É o carteiro?
Ou a vizinha?
Pedindo uma xícara de chá!
Vai à padaria e
Fica de bate papo
Com o padeiro
Passa na farmácia
No mercado
E no relojoeiro,
Senta num banco de praça
E observa os passarinhos!
Sente uns chuviscos
Abre o guarda-chuva
E vai se embora
Pra casa
Batendo os pés
Bem rapidinhos!
Será que a dona de casa
Casa?
Ascende o forno
Abre a janela
E exibe seu véu
De Cinderela
Alguém lhe assovia
Dá uma olhadela
Mas o cachorro late
E assusta o pretendente dela!
Ela até tenta desfilar de
Salto alto
Cantando e varrendo
A calçada,
Um ladrão aparece
E diz que é um
Assalto à mão
Armada!
Ela se apaixona
E dá uma risada
O ladrão que não
Entende nada
Vai embora, ele
Pega uma carona
Com um motoqueiro que
Acelerava a moto
No asfalto!
Passa o jornaleiro
Ele pode dar mole?
A dona de casa
Quase engole o
Chiclete  
E vai dar romance...
Ele joga o jornal,
Pisca o olho
Diz tchau e
Flerta com uma
Periguete!
E no meio da rua
A dona de casa
Varre, limpa e caminha
Até se apaixonar um dia
À primeira vista
Por um flanelinha
Que gostou do seu
Vestido de noiva
E lhe deu uma aliança
De pedrinhas falsificadas!
A dona de casa
Cinderela
Ficou toda empolgada
Cozinhou panquecas,
Arroz à grega e uma bela
Feijoada
E tornou-se a amada de
Um guardador de carros!
Ele por ela
Se endireitou e tomou
Um rumo na vida
Largou  seu maço
De cigarros e a
Bebida e abriu
Um negócio:
Comidas de boteco!
E a dona de casa?
Casou com o seu
Empreendedor amoreco!



 

0 comentários:

Postar um comentário