> Elisa entre gotas de poesia: Rap - Deixe um novo sol entrar

Rap - Deixe um novo sol entrar



Rap

Tu tá tão indignado
Com a vida
A culpa não é minha
Tem gente que planta ódio
Tem gente que colhe margaridas
Realidade pura
Distorcida
Vive dizendo que
Ninguém gosta de ti
Chega disso
Não precisa discutir
Quando não concorda com
A minha opinião
Não grita
Não perca a razão
Chega de tanta raiva
Irmão!
Eu só tava conversando
E você
Já veio esbravejando
Não valoriza as oportunidades
Acha que todo mundo
Faz tudo por maldade
Não aproveita o amor
Não vive a felicidade
E se for cair neste  abismo profundo
Eu só te digo brother
Esse não é o meu mundo
Quero paz e tranquilidade
Seja no gueto, na favela
Ou na minha cidade
Chega disso
Bicho
Tu já não é o que tu fuma
Mulher minha
Não se bate nem
Com uma pluma
Tu acha que é malandro
Só porque tem dinheiro
Mas tuas lágrimas escorrem
Quando está sozinho
Embaixo do chuveiro
Senão muda
Assuma a tua personalidade
Eu já aprendi
A moral desse tal princípio
De imaturidade
Faz crescer tua mente
Teu coração
Pois o resto é passageiro
Não passa de ilusão
Sacou?
Qual é tua missão?
Nego do gueto
Irmão



Assim tu vai acabar perdendo
Essa mina
Mulher de luz
Que com os seus olhos
Te ilumina
Linda menina
Rasteirinha com purpurina
Te liga mano
Essa mina é da hora
Mulher bem tratada
Nunca vai embora
Minha senhorita
Tua senhora
Broa tu é bacana
Te liga na vida
Senão vai entrar em cana
Tem gente que te ama
Tem gente que te engana
E se ficar nessa mania de perseguição
Essa loucura já cegou a tua razão
Sacou irmão?
E quem pudera
Ter uma mina igual a ela
Com toda essa pureza e ingenuidade
Eu cuidaria dela
Por toda a eternidade
Essa mina
Heroína
Meu vício original
E se você não saber respeitar
Você dará sorte ao azar
E pra que isso
Rapaz?
Beleza parceria
Põe um novo sol
Nesse teu dia
Sabedoria
Tu até pode ser bipolar, borderline
Ou psicótico
Mas o teu mundo
Não precisa ser assim
Tão caótico
Nervo óptico
Deixa de ser tão mimado
Se morrer de overdose
A gente não vai se ver
Lá do outro lado
Ninguém é réu
Ninguém é culpado
Tá ligado?
Oh pé grande
Não bota fora
Essa chance
Pois quando o teu dinheiro acabar
Apenas o amor
Vai te restar
É preciso saber investir
Aplicar
Não deixe a maré te levar
Saiba remar
Para aonde tudo isso vai te levar?
Deixe um novo sol entrar

0 comentários:

Postar um comentário