> Elisa entre gotas de poesia: Céu amarelado

Céu amarelado







O inverno
Está indo embora
Espera mais um pouquinho
Logo agora
Chega a hora da Primavera
Com o canto dos passarinhos
Joaninhas e borboletas
Voam sozinhas
As folhas das árvores
Já não caem mais
Sinto o cheiro das flores
E o calor do vento
Te traz uma certa paz
O inverno está se despedindo
Um pouco de frio
Um pouco de chuva
E o sol
Vai se abrindo
E novas cores
Com outros amores
Vão surgindo
O céu não parece estar mais
Tão acinzentado
Ao entardecer
Já tem um tom alaranjado
Lá na minha rua
Flores amarelas
De um jasmim
Caem ao meu lado
Talvez eu sinta falta
Desse inverno
De uma menina
Friorenta
Que gosta de se exibir
De gravata e terno


Mas com a despedida desse
Friozinho
Eu apenas gosto
De ouvir
O canto dos passarinhos
Sentada em um banco
De praça ou de um jardim
De muitas folhagens
Onde gotas de chuva
Caem sobre a terra
Caem sobre mim
E hoje
Eu acordei
Com o céu amarelado
Nunca vi flocos de neve
Por aqui
Entre esses corredores
É esperada a época das flores
Pessoas cantam
Entre rumores de bicicleta
Anedotas de um inverno
De laranjas e bergamotas
E lá se vai
Uma estação
Tão aconchegante
De uma tarde chuvosa
De um Domingo
De pingos na janela
Onde o Romantismo
Dá lugar à prosa
De um canto primaveril
A sua espera





0 comentários:

Postar um comentário