> Elisa entre gotas de poesia: A garota francesa

A garota francesa







Ela era
Meio burguesa
Apaixonada por chocolate
E sobremesas
Tinha um requinte
De princesa
Sofisticada
Da alta aristocracia francesa
Gostava de tomar
Café
Com bolinho inglês
Antigamente
Teve uma paixão platônica
Por um escocês
Que não durou muito
Pouco mais de um mês
Um encantamento
De súbito
Talvez...
Um rapaz
Que ela havia conhecido
Nas padarias
De Paris
Ele até poderia ter sido
Seu marido
Mas
Ela sempre sonhou e quis
Ser top model
Cantora
Talvez miss
Vivia de arte
Uma atriz
De muita sorte
Que atuava com
Seus musicais
Por toda parte
Uma artista de rua
Que cantava
Dançava
Quase nua
Com seus vestidos floridos...


Sim!
Ela tinha muitos amigos
Coloridos
Divertidos
Exibidos
Ela sabia dizer
Bonjour
Com um sotaque levemente
Italiano
Sob à luz de um abajour
Ela fingia
Que sabia tocar piano
Nascida em Verona
Cruzava as pernas
Quando sentava
Em sua poltrona
Para tomar chá com croissant
Dormia tarde
Não acordava de manhã
Seu suco preferido?
Licor de maçã!
Ela caminhava entre becos estreitos
Tinha uma rosa
Tatuada em seus peitos
Os homens
Diziam que ela
Não tinha defeitos
Uma bailarina
De respeito
Que apreciava os chalés
E botequins de Roma
Uma mulher alta
Loura
Era na França
Que todos paravam
Para admirar
A sua dança
E atuação nos palcos
Botecos e cafeterias
Um sorriso
Nos lábios
Feito de poesia
Muitos amantes
E admiradores
Ela tinha
Um ar de mistério
Quando ria
Não falava sério
Tinha uma alegria
Contagiante no olhar
Seu principal refúgio?
Saber olhar o mar
Ah como ela gostava
De cantar...






1 comentários: