> Elisa entre gotas de poesia: A filosofia dos sentidos

A filosofia dos sentidos




Hoje, dia 05 de Agosto de 2017, eu aprendi uma filosofia de vida...
Um rapaz com câncer dizia para um senhor com Alzheimer:
-- Deus te deu dois ouvidos, dois olhos e uma boca, então escute mais, observe mais e fale menos. Ele dizia isso para o "vovô", pois o mesmo não parava de falar alto, gritando e reclamando de sua situação, pois além da demência muito avançada, aquele senhor estava com alguma outra complicação cujo eu não consegui identificar a causa.
Nossa eu achei isso tão esplêndido! Ouvidos, olhos e boca...Uma metáfora, uma comparação.
Eu estava na emergência da Santa Casa esperando para ser atendida, devido a uma infecção urinária, passei a madrugada toda ouvindo o rapaz com câncer conversando com esse senhor. 
Literalmente incrível!
Eu não dormi, pois fiquei conversando com a minha mãe.
E o rapaz com câncer no outro dia, todo empolgado, veio e me disse assim:
-- Ah guria, agora tu estás com sono né? Não dormiu de noite né? -- E ele sorriu para mim.
Eu sorri para ele e não disse nada, porque realmente eu estava anestesiada de sono.
Novamente, ele passa por mim, eletricamente, e disse:
-- Força e fé, vamos tomar um café?
Ele estava extremamente agitado devido à quimioterapia e eu nervosa, com medo que acontecesse algo com meu rim transplantado. 
Mas eu apenas ficava pensando em seus dizeres: " se Deus me deu dois olhos, dois ouvidos e uma boca, e sendo assim é para eu falar menos e observar mais, então eu estou perdida". Porque eu falo demais mesmo, eu amo falar, sou louca por um bate papo, uma conversa. E enquanto ele continuava indo e vindo pra cá e pra lá, cada vez mais aceleradamente, eu já estava conversando com uma psicóloga, uma outra paciente, muito simpática e bonita, que estava ali na emergência, devido problemas com cálculos renais. Ela viu que eu estava "desesperada", porque a bateria do meu celular estava quase terminando, e eu recém havia conseguido conectar o WIFI do hospital. E tão gentilmente, ela me ofereceu o seu carregador, mas não engatou o cabo!
E o rapaz com câncer novamente passou por mim e disse:
-- Moça de olhos verdes, tudo passa, tudo passa, força e fé. E o café?
Enquanto isso ele conversava com outro senhor e falava de seu problema:
-- Agora vai começar o inferno, a dureza, vou ser internado hoje.
E o senhor dizia pra ele:
-- Vamos pensar que é apenas uma fase ruim e que vai passar.
E ele olhou pra mim e disse:
-- Vai passar, tudo passa.
E o café..., quem sabe, um dia a gente tome juntos para continuar essa filosofia dos sentidos.



0 comentários:

Postar um comentário