> Elisa entre gotas de poesia: Abril 2017

Lá no sítio





Lá no sítio
Eu sinto o sabor das maçãs
Eu acordo
Todos os dias
Bem cedinho pela manhã
Mesmo quase não querendo acordar
Com o barulho da queda d´água
Tentando imitar
O som do mar
Onde minha alma
Pensa em mergulhar...
É lá no sítio
Que o tempo passa devagar
Os pássaros podem voar
Cantar e assoviar em liberdade
O pica-pau e o bem-te-vi
Até já fizeram amizade
Com um beija-flor
Que ficou flertando
Com girassóis e margaridas
Isso só pode ser amor
As folhagens ficam rindo sozinhas
Sentindo cócegas
Com o vaivém de tantas formigas!