> Elisa entre gotas de poesia: Março 2017

A salada








Salada  para acompanhar?
Já vou servir o jantar!
Uma tacinha de vinho?
Branco ou tinto?
Por gentileza
Sirva logo esta salada
Que eu estou faminto!
Na salada
Nenhuma pitadinha de sal!
Só se for rosa ou marinho
Pepino ou azeitonas?
Ricota, palmito e pimentão
E o tempero?
Vinagrete ou óleo de oliva?
Limão
Para temperar o atum!
Suco de uva?
Nunca vi ninguém temperar
A salada com rum!
Rum?
Rúcula, alface, ou couve-flor?
Já ouvi dizer
Que quem come salada
Não morre de amor!                                                                    

A estrada que leva à lua




Existe em algum lugar
Uma estrada que leva à lua
Um lugar para se apaixonar
E rir sozinho
Sentir um friozinho
E andar de bicicleta
Fazer promessas
Caminhar sem pressa
Andar em linha turva
Andar em linha reta
Nessa estrada
Tão deserta e incerta
Tudo pode ser meio torto
Mas se pode ver a lua
Lá de cima do morro!
Um gnomo?
Um tesouro?
Um besouro voando no céu?
Uma menina pulando corda
Sem tranças
Sem véu!