> Elisa entre gotas de poesia: Verão gaúcho

Verão gaúcho







Aqui já estamos quase
No verão
Então...
Dias mais quentes
Virão!
Muda o tempo
Muda o vento
Muda a estação!
Deixamos de tomar café
Para comer sorvete e picolé!
A praia está lotada
A gurizada brinca e corre
No mar e na areia
Hoje o céu está estrelado
Hoje é noite de lua cheia!




O mar está limpo e claro
E o ar perfumado
Da brisa da praia
A mulherada desfila
De biquíni, canga e minissaia!
No horizonte
Golfinhos e baleias
Seguem os barcos ancorados!
Siris e tatuíras
Invadem castelos de areia
Cavando buracos
Desnorteados!
Tem adultos e crianças
Aprendendo a pescar
Lagoa, rio ou mar
Como é bom velejar
E ver o sol se por
No verão
Ninguém morre
De dor de amor!
Época de uva, abacaxi e melancia
As gurias bebem suco
E os guris tomam caipirinha!
Um pescador fisgou um peixe
Que ficou preso em seu anzol
O brilho das estrelas
Se confundem
Com a luz de um farol!
Se a primavera pode ser
A estação das flores
De borboletas e mais cores
O verão tem muitos
Amores e sabores!
Sabor de um pescado
Ou de um beijo
Completamente apaixonado!
As ondas dançam lado a lado
Embaixo do guarda-sol
Um casal de namorados
Tomando chimarrão
E o nordestão?
Pode até mudar de direção!
No quiosque entre as dunas
Um ambulante
Vende água com gás,
Refrigerante
E pastel de camarão!
Enquanto a gurizada
Joga uma pelada
Pessoas caminham e correm
Na calçada!
No final de tarde
Recolhem as suas cadeiras
E voltam para as suas casas
E pousadas!
Assim começa o verão
Aqui no sul
Com fileiras de carros nas estradas
Atrás do mar
E do céu azul!




0 comentários:

Postar um comentário