> Elisa entre gotas de poesia: Eterna criança

Eterna criança








Ser criança é tão bom
Dormir, brincar, comer bolacha,
Comer bombom
Comer mingau
Tomar Nescau
Ouvir uma música,
Escutar um som
Brincar de esconde-esconde,
De passar batom
Brincar de casinha
Pular amarelinha
Pedir tudo no supermercado
Ser um sortudo
Ou um azarado!


Jogar ludo
Jogar dominó
Pular corda
Voar no cipó!
Andar de bicicleta
Brincar de ser um artista famoso
Ou um atleta
Cair, chorar, e se machucar
Catar pedrinhas na praça
Nadar no mar
Catar conchinhas na praia
Imitar a mãe
Que usa salto alto, sapatilha e sandálias!
Andar de balanço
No escorredor
Ter medo de um filme de terror
Ver televisão
Assistir desenho animado
Comer arroz com feijão
Aprender a perder
Competir e ser um campeão!
Cantar, dançar, brincar
De pegar
De uni duni te
Andar de skate
Jogar xadrez
Dormir de luz acesa
Sonhar em ser um super-herói
Ou uma princesa
Simular ser alguém da realeza,
Um cavaleiro medieval
Comer sobremesa antes do jantar
Colecionar bolinhas de gude
Jogo de botão
Viajar para Disney

Conhecer Hollywood! 
Ter um animal de estimação!
Levar bronca da mãe
Se for dormir sem escovar os dentes
Sorrir ao ganhar um doce
Ou um presente!
Jogar vídeo game
Aprender inglês
What´s your name?
Criar um mundo de imaginação
Cheio de fantasia
Visitar o avô, a avó e a tia!
Comer pipoca e bolo de chocolate
Fazer cara de nojo
Com o sabor azedo da erva mate!
Fazer mil perguntas
Saber da onde eu nasci?
Fazer xixi na cama
Pescar lambari no inverno
Imitar meu pai
De gravata e de terno!
Fingir ser um espião da Cia
Ouvir Balão Mágico
E Trem da Alegria!
Jogar peteca
E depois do almoço
Cochilar
Tirar uma soneca
Brincar de soldadinho de chumbo
Brincar de boneca
Jogar o Jogo da Vida
E Banco Imobiliário
Acreditar que o Bicho Papão
Esconde-se dentro do armário!
Brincar de passar o anel
Ser dentista, um médico,
Ou um coronel
Ter medo do boi da cara preta
Dar cambalhotas
Fazer piruetas
Soprar bolhinhas de sabão
Brigar com o irmão
Dormir cedo
Não saber guardar segredos
Ser sincero
Fugir do chinelo
Deixar cair farelos no chão
Descer de escada rolante
Ouvir histórias de duendes e de gigantes!
Fazer arte, fazer pinturas,
Ser um marinheiro, um astronauta,
Viajar para a lua!
Brincar na rua
Ter um computador
Assistir o filme
“Meu Primeiro Amor”,
“Esqueceram de mim”,
“História Sem Fim”!
Ir para o colégio
Estudar, aprender,
Caçar sapo no brejo,
No quintal de casa
Fingir que sabe voar
E que tem asas!
Ir ao zoológico
Passear no cinema
Ter uma vida divertida
Sem nenhum trabalho
Sem nenhum problema!
Tomar sorvete
Comer picolé
Ficar sujo
Com bolhas no pé
Tirar os tênis
Que chulé!
Andar de costas
Marchar de ré
Acreditar que um dia
O Papai Noel vai descer pela chaminé!
Comer só de colher!
Desenhar, sonhar,
Ter pesadelos
Acordar, chamar a mãe:
Mãeeeeeee...
Ralar o joelho!
Amar contos de fadas
Rir de uma piada
Desvendar uma charada
Descer de corrimão
E saltar degraus das escadas!
Não falar palavrão
Ser uma criança comportada!
Brincar de super-herói, ser um espadachim,
Ter superpoderes
Comer chocolate, comer quindim!
Não gostar de salada?
Querer crescer
Virar um adulto, ter uma profissão,
Mas nunca esquecer a criança
Eterna que ficou
No coração!





0 comentários:

Postar um comentário