> Elisa entre gotas de poesia: O guardinha de trânsito

O guardinha de trânsito








O guardinha de trânsito
Apita, apita
E do outro lado
Da rua
Atravessa uma
Mulher bonita!
Um menino grita:
Jornal, jornal!
Abriu o sinal
Os carros passam
E outros param na
Sinaleira e o
Guardinha?
Apita, apita
E o trânsito
Está uma montoeira
Que zoeira!



Todo mundo
Xinga
Todo mundo
Grita!
Os carros estão parados
E o trânsito?
Está todo congestionado!
Pedestres caminham
Para todos os lados!
Enquanto uns passam
Até no sinal vermelho
Uma senhora
Arruma o retrovisor e
Empurra o espelho!
Um passante vende
Bergamotas
Enquanto um outro
Motorista fica de lorotas
No celular!
Um ciclista
Cai e machuca
O joelho!
O guardinha apita
Apita,
Todo mundo quer
Passar
Desce um,
Descem dois,
Três passageiros
Do ônibus,
Alguém no táxi
Quer entrar!
Um guri vem
E pede uma moeda,
Uma esmola
O motorista
Fecha o vidro
Arranca o carro
E vai embora!
E o guardinha
Quase maluco
Descansa um pouco
Bebe uma água,
Compra um suco e
Aponta para todos
Os lados
Enquanto ele
Apita, apita
Uma criança
Imita seus gestos
Dentro de uma lotação!
Passam correndo
Em alta velocidade
Uma ambulância
Com uma sirene ligada
E um camburão que
Quase dão
Uma fechada
Num motoqueiro
Que passa de raspão
Entre os carros e um
Caminhão!
Sinal verde
Pode passar
Uma gurizada
Tenta fazer racha
E ultrapassar...
Mas cuidado!
O guardinha de trânsito
Vai te multar!
Pedestres andam
Pra cá e pra lá
Tem um senhor
Lá atrás que não
Para de buzinar!
Esquerda, direita
Calma, calma
O guardinha
Já vai deixar
Você passar!
Alguém bate
A porta, abre
A janela,
Outro alguém
Assovia de longe
Para uma moça
Que atravessa a
Passarela!
O trânsito está
Uma loucura
Mais a frente
Logo ali
Tem um artista de rua
Fazendo malabarismo,
E um outro
Engolindo fogo!
Depressa, depressa
Quase está na hora do
Jogo!
Os ciclistas pedalam
Pela ciclovia
Uma tia
Quase estaciona
Na vaga para
Deficientes
Não!
Isso é um absurdo!
Olha que o
Guardinha
Apita, apita
E está vendo tudo!
Quanta gente
Acelerada
Apressada
Atrasada
Para o trabalho,
Saindo de férias,
Saindo para o almoço
Enquanto o guardinha
Continua apitando
Dois cachorros
Brigam por um osso!
O guardinha
Apita, apita,
Apita e agita
O trânsito
Se o guardinha
For atropelado
Por uma caminhonete
Ou por uma fusca
Ele vira um anjo
Ou racha a cuca!










0 comentários:

Postar um comentário