> Elisa entre gotas de poesia: Julho 2015

O guardinha de trânsito








O guardinha de trânsito
Apita, apita
E do outro lado
Da rua
Atravessa uma
Mulher bonita!
Um menino grita:
Jornal, jornal!
Abriu o sinal
Os carros passam
E outros param na
Sinaleira e o
Guardinha?
Apita, apita
E o trânsito
Está uma montoeira
Que zoeira!

A dona de casa Cinderela







A dona de casa
Quer casar
Ela limpa, limpa
E limpa sem parar
Com o rolo na mão,
A massa
Ela precisa amassar!
Faz bolo
Faz pizza
Tudo com um cheirinho
Caseiro
A dona de casa
Limpa, limpa
Limpa tudo
O dia inteiro!
Arruma a cama,
Arruma o sofá
Desinfeta o banheiro!
Passa e dobra as roupas,
Até o armário
Ela tem que arrumar!