> Elisa entre gotas de poesia: Meu aconchegante cheirinho de mãe

Meu aconchegante cheirinho de mãe




Mãe é tudo de bom!
Mãe é cozinheira,
Sapateira
Dá banho,
Tira o chulé
Do pé
Passa o talco,
Tira o bico
Dá a mamadeira,
Canta na banheira 
E proíbe o
Filho de comer
Picolé no
Inverno!
Vida de mãe
Tem dois pisos
Um no céu
E outro no
Inferno!
Mãe anda de vestido
Mãe anda de terno!



Mãe que é mãe
Quase enlouquece,
Nunca padece,
Apenas adoece de
Amor!
Mãe que é mãe
Se entristece,
Chora, se aborrece
Quando o filho sofre
Ou está com alguma
Dor!
Sempre faz
Uma prece
Para o filho
Antes de dormir
Não ter pesadelos
E encontrar um
Amor verdadeiro!
Fica doida quando
O filho não para de
Pedir "porcarias"
No supermercado!
Fica de cabelo em pé
Até parece um pecado!
Quando encontra
Uma
Toalha molhada
Em cima da cama
E um prato sujo
No chão!
Mãe sempre faz
Caras e bocas
De quem tem razão!
Mãe xinga, fala,
Reclama,
Mas sempre
Faz aquele olhar
De alguém que te ama!
Quase surta
Quando vê
A luz acesa
E diz que
Antes do jantar
Não se pode comer a sobremesa!
Ah mãe chega de
Blá, blá, blá!
Ela mostra o chinelo
E diz:
Quer apanhar?
O filho vai para
O quarto, tranca
A porta e começa a
Chorar!
Ela se levanta
Devagarzinho do
Seu sofá,
E vai
Cozinhar um
Bolo de brigadeiro
O filho sente
Logo o cheiro
E vem correndo
Com pressa
Com tanta fome
Na barriga que
Até perdoa a mãe
E esquece da briga!
Mãe que é mãe
Grita no parto
Cuida do marido,
Das crianças, do
Cachorro e dos gatos!
Mãe quase tem
Um infarto, fica
Louca, quase rouca
Quando vê o
Quarto do filho
Todo bagunçado!
Toda mãe fica
Triste ao perceber
Que seu filho está adoentado!
Toda mãe quer
Ver seu filho feliz
E bem casado!
Mãe se preocupa
Com tudo:
Meia suja
Tema de casa
Comportamento
Faxina
Trabalho
Estudo
Alimentação balanceada
Chocolate
Bala
Bolo
E chiclete!
Mãe é
Lavadeira
Parteira
Dona de casa
Garçonete!
Mãe também
É divertida,
E sabe ser tiete
Da família, da vida
E
De uma boa torcida
De futebol,
Vôlei e basquete!
Além de ser
Uma "buona mamma"
E saber preparar um "boun spaghete"!
Uma verdadeira mãe nunca
Se esquece de um
Filho que viajou
Para estudar no
Exterior...
Toda mãe
Leva e busca
Todos os dias
Seu filho na escola
Com gentileza e amor!
Mãe é tudo de bom!
Dá colo
Atenção
Cozinha
Frango com macarrão
Todo Domingo
E só põe
A gente de
Castigo quando
Está muito brava!
Conta histórias,
De duendes, bruxas,
Princesas e fadas
E recebe seu filho
Todos os dias
Em sua velha,
Doce e amada
Casa!
Mãe é mãe
Não tem preço
Muda de território,
País, identidade,
Sofá e endereço
E ainda está sempre
Ali
Tricotando
Assistindo uma
TV, uma novela
Esperando
Você chegar
Sorrir e dizer
A ela, baixinho
Ao pé do ouvido
Que sua vida
Não tem sentido
Longe dela!
Mãeeeee










0 comentários:

Postar um comentário