> Elisa entre gotas de poesia: Janeiro 2014

Teus olhos cor de mel









Minha vida, minha terra, meu céu,
Tudo o que eu posso enxergar,
São esses teus olhos cor de mel!
Nesse deserto fumegante que é o sertão
Tudo que eu preciso é sentir teu coração
E voar sobre esses teus olhos que me encantam e me
Seduzem de aconchego!
Quando eu olho pra ti, já não tenho mais medo,
Já não sinto mais pranto nem dor, tudo que eu preciso
É me afogar nesses teus olhos cor de mel de amor!
Mais que uma escultura, esse teu olhar me invade
Com tanta ternura e bravura,
Bravura de quem sabe amar a sua terra, o seu chão!