> Elisa entre gotas de poesia: Ser criança

Ser criança









Ser criança,
O que é ser criança, senão uma lambança?
Uma lambança de cores, de brincadeiras, de sujeira,
De poder sonhar acordado, sem medo de ficar
Desempregado!
Sim, criança não trabalha, criança brinca!
E brinca de muitas coisas bacanas,
Criança solta pipa, criança
Acredita que tem monstro dentro do armário
E embaixo da cama!

Nossa, como a gente ama ser criança!
Isso não tem idade,
Ser criança é uma questão de
Criatividade!
Se brinca de tudo:
De bruxa, de detetive, de super-herói,
De espionagem!



Ser criança é um divertimento,
Não precisamos ficar preocupados com
O tempo,
Um tempo que nunca passa,
Porque ser criança está na lembrança
De cada um!
Na minha época,
Meninas brincavam mais de bonecas
E meninos jogavam bola na rua,
Hoje é possível visitar o sol e a lua,
Com apenas um click na Internet,
E os jogos eletrônicos parecem estar
Dominando o universo...
Mas ser criança é assim,
Não há um plano fixo e traçado,
Ser criança é poder brincar no jardim
E manter-se constantemente conectado
Com um mundo globalizado!
E você?
E se pudesse ser criança outra vez,
O que você faria?
Talvez, eu trocaria o dia pela noite,
E só dormiria depois de contar todas
As estrelas da galáxia! 
Ou pintaria todo o meu quarto de amarelo,
Falaria com duendes, amigos imaginários e
Trocaria o almoço por mini caramelos!
Andaria de chinelos no inverno e de sapatos
No verão!
Sim, ser criança é assim,
Tudo é possível e imaginável, os
Problemas não travam a vida,
Ser criança é uma etapa tão
Brincante, contagiante e divertida!
É uma história sem fim, guardada em
Nossa memória, que sempre vai estar
Ali, brincando em nosso corpo, em
Nossa mente!





0 comentários:

Postar um comentário