> Elisa entre gotas de poesia: 2013

Eu brincando de Nietzsche - meus aforismos



      Que linguagem é essa que fala, que narra, que pulsa, que cala, que circula em mim?Que linguagem é essa que vende, que sente, que tenta, que mente, que cutuca em mim?Que linguagem é essa - eu pergunto - que puxa, que traga, que quebra meus vícios, que instaura malefícios e benefícios? Que linguagem é essa, que sabe dos teus valores, que penetra nas veias, que espalha rumores? Que linguagem é essa, que institui mitos, gritos, gestos e ações?Que linguagem é essa, que me lê, ou que eu leio em revistas, propagandas, Internet, jornais e canções? Que linguagem é essa que me busca e que me traz..., que me degusta, me cheira, me toca, me provoca, me intimida, me convida, e me traduz em ritmos, cores, rimas variadas? Será que alguém sabe me dizer, porque essa linguagem é tão qualificada, ou talvez desqualificada? Certa ou errada? Que linguagem é essa que sabe todos os caminhos do meu corpo?

Perché le ragazze indossano rosa e ragazzi portano blu ?

     






     Sono nata male, ho appena aperto gli occhi , e ora ho quel colore , il mia dolce rosa fucsia ! Ovunque guardassi , era lì, attaccando me , appoggiandosi sopra il mio letto , giocattoli e tappeti ! Tutto doveva essere rosa , un altro colore? Niente da fare ! E nella stanza accanto , quasi dietro l'angolo , ho visto tutto blu. Blu? Sì , era tutto azzurro per mio fratello . Era così si rivolse Gremista e non Colorado ? Uhm, che peccato ! O no! Ma non siamo qui per discutere la squadra di calcio , ma il colore, o i colori! Perché le donne indossano rosa, perché gli uomini indossano blu ? E 'appreso che da quando siamo nati , e si è deciso non da noi ! E 'quasi ovvio che mia madre ha preferito rosa e mio padre ha preferito blu! E se fosse tutto diverso ? Mio padre e mia madre avrebbe indossato rosa o blu ? Non lo so , tra l'altro, solo che io sono nata, cresciuta e vivo in un mondo di colore rosa , letteralmente! Tutti i regali per Natale, Pasqua , compleanno , tutto sembrava a chiamare questo colore ! La bambola Barbie , allora , sembra che mi perseguitava : auto, vestiti , bikini , palazzo , orologi , biciclette , rosa, tutto quello che aveva ! E i giovani , che tale tirannia Rosa continuato ... mi sentivo come un pianeta Rosa , invece di un pianeta Marte , dove tutti erano verdi , ho detto che erano verdi ! Tutti i miei amici indossavano rosa per il gelato alla fragola doveva essere rosa! Ai rosa fuori di me ! La gomma Babalu era anche rosa , rosa e pallina per abbinare la scarpa , anche rosa! E 'così rosa che ho persino dimenticato il blu ! Si tratta di una sindrome di rosa , e si può anche essere contaminati da questo tipo di rosa pertosse , varicella o rosa , ovviamente , se tutto è rosa , i sintomi della malattia dovrebbero anche dare le rose ! E. .. non possiamo dimenticare che la società , l' Ottobre adesso è rosa e Novembre è blu ! E così, consecutivamente , mammella ( seno femminile ) è rosa e la prostata è blu !

Por que meninas usam rosa e meninos usam azul?

 


      Eu mal nasci, eu mal abri os olhos, e já enxerguei aquela cor, meu doce rosa choque! Por todos os lugares que eu olhava, ele estava lá, me atacando, se debruçando sobre a minha cama, brinquedos e tapetes! Tudo tinha que ser rosa, outra cor? Nem pensar! E no quarto ao lado, quase que virando a esquina, eu menina, via tudo azul. Azul? Sim, era tudo azul para o meu irmão. Será que foi por isso, que ele virou Gremista e não Colorado? Hum, que pecado! Ou não! Mas, não estamos aqui para discutir time de futebol e sim a cor, ou as cores! Porque as mulheres usam rosa, porque os homens usam azul? É, aprendemos isso desde que nascemos, e isso nem é decidido por nós! É quase óbvio que a minha mãe preferia rosa e o meu pai, azul! E se fosse tudo diferente? Será que o meu pai usaria rosa e a minha mãe azul? Não sei, aliás, apenas sei que eu nasci, cresci e vivi num mundo cor-de-rosa, literalmente! Todos os presentes de Natal, Páscoa, aniversário, tudo parecia chamar essa cor! A boneca Barbie então, parece que me perseguia: carro, roupas, biquíni, mansão, relógio, bicicleta, tudo rosa, ela tinha! E na juventude, essa tal de tirania do rosa continuou...Eu me sentia como num planeta Rosa, ao invés de um planeta Marte, onde todos eram verdes, ou diziam que eram verdes! Todas as minhas amigas usavam rosa, até o sorvete era de morango para ser rosa! Ai rosa sai de mim! O chiclete Babalú também era rosa, para fazer bolinha rosa e combinar com o sapato, também rosa! É tanto rosa, que eu até me esqueci do tal do azul! É a síndrome do rosa, e você também pode se contaminar com esse tipo de coqueluche rosa, ou catapora rosa, claro, se tudo é rosa, as doenças também devem dar sintomas rosas! E..., não podemos esquecer que agora, o Outubro é rosa e o Novembro é azul! E assim, consecutivamente, a mama (seios femininos) é  rosa e a próstata é azul!

Sigam meu blog!







Me sigam para poetizar comigo!
Me sigam para ser ou não um amigo!
Me sigam para fazer comentários!
Me sigam em qualquer horário!
Me sigam porque eu só sei fazer poesia!
Me sigam porque eu quero conhecer a Bahia!
Me sigam noite e dia!
Me sigam, vamos me sigam,
Participem desse blog, quem me espia?
Estou sozinha aqui,
Hein você aí, não quer me seguir?
Curte poesia?
Hã?
Ai, para, me segue logo!
Senão eu enlouqueço!
Eu mereço ser seguida porque
Não sou apenas eu
Quem escrevo poesias, poemas, rimas, estrofes,
Versos, ritmos, canções, frases repetidas,
Ah, já estou sentindo que eu vou ser
Seguida,
Por você!

O que você acha do Brasil?




O Brasil é um país anil,
Com uma natureza vasta,
De muitos povos, misturas
Crenças e raças,
Um país que fugiu do frio,
Mas que ainda persiste em
Muitas desgraças e desigualdades,
O Brasil também cresce,
À procura da felicidade,
Em ritmo de samba e de axé,
O Brasil mostra quem é
Para o mundo,
Gritando que a corrupção é
Um absurdo!

Falta saúde e educação,
Tem político corrupto, tem
Político ladrão,
Mas preste atenção
O Brasil não pode ficar parado
Nisso não,
Quem já fez a sua reclamação?
Brasil, um lugar de janelas abertas,
Uma nação que recebe os estrangeiros
Com carnaval, pinga e muita festa!

Ser criança









Ser criança,
O que é ser criança, senão uma lambança?
Uma lambança de cores, de brincadeiras, de sujeira,
De poder sonhar acordado, sem medo de ficar
Desempregado!
Sim, criança não trabalha, criança brinca!
E brinca de muitas coisas bacanas,
Criança solta pipa, criança
Acredita que tem monstro dentro do armário
E embaixo da cama!

Nossa, como a gente ama ser criança!
Isso não tem idade,
Ser criança é uma questão de
Criatividade!
Se brinca de tudo:
De bruxa, de detetive, de super-herói,
De espionagem!

Eu brinco daqui, eu brinco de cá, eu brinco dali acolá!






Quando eu brinco, eu vivo sempre no mundo da lua!
Eu brinco de viajar e estar na calda de um cometa!
Eu invento uma outra Verona para Romeu & Julieta!
E você, brinca de quê?
Sapata, peteca ou bambolê?
Quando eu brinco eu posso ser...
Um lunático, um vampiro ou...
Um Saci Pererê!
Cada época tem a sua brincadeira...
Se ontem era Atari, hoje é Play Station,
Mas continua...
Continua, o quê?
O Jogo da Vida
E o Banco Imobiliário!
 Mas
Nos anos oitenta,
Quem fazia sucesso
Era o Super-Mário!
Brincar
É um aventurar-se desde o primeiro passo!
Quando eu brinco,
Eu viajo além do espaço!
 Posso ser
Qualquer pessoa,
Um astronauta, um palhaço,
Ou um rei sem coroa!
Quando eu brinco,
Eu vivo sempre no mundo da lua,
Eu construo cidades, castelos e ruas
E viajo para o infinito!
Brincar é quebrar
Mitos e ritos,
É inventar a sua própria história
E dar sentidos
À vida, à imaginação,
À memória!
Eu brinco daqui, eu brinco de cá,
Eu brinco dali acolá!
Eu brinco todo o dia,
Que sou um super-herói
Ou
Um espião da Cia!
Brincar é um barato!
Quem nunca brincou de gato e rato ou
De esconde-esconde?
E
Nessa brincadeira,
Quem você é?
A bruxa, a princesa ou
O conde?
Eu sou um brincador,
E brinco que estou no japão
E que sei voar...
E voo mesmo
Em bolinhas de sabão!
Toda brincadeira pode ter
 Uma regra,
E também uma contra regra,
Uma aprendizagem,
Uma diversão,
Basta brincar, subir e sonhar
Nesse lindo balão azul!  







A princesa e o clown: em busca do príncipe encantado


(princesa fala da sua necessidade de ter um príncipe)
-- Foi você um sonho bonito que eu sonhei... Aonde eu estou? Era uma vez...? Para, fala, chega de era uma vez! Não é mais era, é agora, eu saí dos contos de fadas e vivo na realidade, no cotidiano, eu sou uma princesa moderna, melhor dizendo, contemporânea. É mesmo, agora eu me lembro, eu estou em busca do meu príncipe encantado. Eu o vi nos meus sonhos! Por gentileza, alguém viu meu príncipe por aí, em algum reino tão tão distante, talvez, não? Hoje em dia, faltam príncipes no mercado e a concorrência está muito grande. É sim! Acreditem! Muitas princesas querem se casar, ter um marido e viver feliz pra sempre. Mas, se eu quero me casar, eu devo ser a mais bela de todo o reino. Espelho, espelho meu, existe alguém mais bela do que eu? Não, não, não, chega de espelho. Os espelhos, hoje, estão ultrapassados! As dicas, hoje, estão todas online, ou na televisão! É simples, é fácil, é só fazer como uma celebridade: usar salto alto e muita maquiagem! Ah, mas não se pode esquecer da dieta e nem da academia! Eu vou contar um segredo. Agora a maçã não é mais envenenada, porque nós princesas a usamos para fazer dieta. Está na moda a reeducação alimentar, fazer de tudo para emagrecer e não ganhar peso, não engordar!  Hoje, até as bruxas adotaram a terapia da beleza, a Malévola está igual a Angelina Jolie! E a madrasta da Branca de Neve se parece tanto com aquela atriz de Hollywood, a ruiva, a Julia Roberts! Vocês sabem né, eu não ando, eu desfilo, eu sou top, sou capa de revista! É um luxo, me sinto toda poderosa, glamorosa, é um privilégio!  Mas, aonde será que está meu príncipe? Acho que vou mandar para ele uma mensagem pelo wathsappeu: " Príncipe, não se atrase, cuida do horário do cinema, chama um Uber caso o trânsito seja um problema! Sou uma princesa contemporânea tão pop, tão eclética, eu curto de tudo, de Betânia a Frenéticas! Sou de mil e uma utilidades, eu uso Bombril, eu varro a casa, eu lavo louça, mas não fico só nisso não, hoje em dia, não basta apenas ficar lavando o chão, eu trabalho fora, eu preciso ganhar dinheiro para gastar no shopping! É lá que eu compro meus lindos sapatinhos de cristal, agora está fora de moda ficar perdendo sapatinho por aí, até a Cinderela sabe disso. Hoje, nós mulheres colecionamos sapatos, muitos sapatos, muitos, muitos sapatos. Ah, eu quase me esqueci, estou atrasada para ir ao cabeleireiro, eu amo cantar no chuveiro: "foi você o sonho bonito que eu sonhei, foi você, eu lembro tão bem, você mais linda visão...". Ah, estou atrasada, eu preciso me arrumar, meu príncipe encantado já vai chegar, eu sei, alguém há de me ajudar. Então, agora vocês me dão licença, pois eu preciso então desmaiar, porque com um lindo e romântico beijo, ele vai me acordar!
(clown acorda a princesa)
-- Ai, o que é isso? Quem é você, criatura estranha? Não é meu príncipe? E agora, eu nunca mais serei feliz para sempre por tua causa! Vai procurar meu príncipe, eu preciso de um companheiro, de alguém loiro, alto de olhos azuis e rico!
(clown mostra vários objetos achando que é o príncipe)
-- Não isso não é meu príncipe, é uma lixeira, como eu vou casar com uma lixeira?  
(clown mostra outras princesas)
- Não isso são princesas, muito belas, eu não quero mais princesas, chega! A concorrência está muito grande, vá procurar meu príncipe!
(clown acha o príncipe, mas o príncipe já é casado)

-- Não, não, ele já tem uma princesa, você não conseguiu, e agora? Era uma vez...
(clown fica irritado e quer pegar a princesa)
- Ah não, sai criatura estranha, eu não o vi nos meus sonhos, socorro!






Quando eu era criança...




    Quando eu era criança, eu ficava feliz só de assistir televisão! Eu dava pulos de alegria, quando a minha mãe fazia pipoca e bolo de chocolate, batata frita, bife, arroz com feijão! Eu não tinha compromisso nenhum, aliás, o meu único compromisso era acordar às oito da manhã para assistir ao Show da Xuxa e diversos desenhos animados. Quando eu era criança, eu comia pizza, negrinho e cachorro quente, e nem me preocupava se eu iria engordar! Quando eu era criança, o que eu mais fazia era dormir e sonhar, e brincar, comer bolacha e assistir vários filmes na Sessão da Tarde. Também tinha a imaginação maior que a lua! Quando eu era criança, eu saía para brincar na rua, eu andava de bicicleta e de carrinho de lomba! Quando eu era criança, eu colecionava papéis de carta, eu assistia Jaspion, Jiraya e os Cavaleiros dos Zodíacos. Quando eu era criança, eu brincava de Mola Maluca, Caixa Registradora e Pense Bem. Quando eu era criança, eu tinha nojo da geleca, medo do Fofão e soprava bolinhas de sabão! Quando eu era criança, eu morria de rir com o Alf, o é teimoso, e com a Punk,   a levada da breca! Quando eu era criança, eu comia biscoito Fofi e sopa de letrinhas! Até uma barraca da Coca Cola eu tinha! Quando eu era criança, eu tentava achar aonde estava o Wally! Quando eu era criança, eu tive vários brinquedos, quase nenhum era eletrônico, tirando o meu velho e amigo, Atari, que já tem trinta anos no Brasil! Quando eu era criança, eu assistia às propagandas do Bombril, Brastemp, Lolo, Batom, Danete..., quando eu era criança, eu queria ser igual a She-ra  e a Smurfete! Quando eu era criança, eu assistia Cinema em Casa e Sessão Aventura, quando eu era criança, eu odiava comer verduras! Quando eu era criança, eu dançava e cantava com o grupo Dominó e Polegar! Quando eu era criança, eu gostava mesmo era de brincar! Ser criança é muito bom, a minha infância foi perfeita, aproveitei bem os anos oitenta! E a sua infância, como foi?