> Elisa entre gotas de poesia: Janeiro 2012

Vitrinas






Ao meu andar...
Pelas ruas e calçadas
Fico fascinada
Com as cores e a moda
Das vitrinas
Que atraem olhares e encantam o ego
Das meninas!
São tantas vitrinas
Que vendem uma ótica de mercado,
Que constituem uma arte,
Uma estética
Advinda de uma historia,
De um passado!

Para Você






Tem coisas na vida
Que não se pode explicar
Nem o céu, nem as estrelas, nem as ondas do mar...
Às vezes venho a me perguntar
Se é esse caminho que devo trilhar.

Um dia estou aqui
Outro ali
Já vi muita gente partir
A vida é um desafio
Sigo em frente, não vou desistir...

Paro, contemplo a paisagem
Iludi-me, vi miragens...
Momentos deixam saudades
É preciso ter raça,
É preciso ter fé,
É preciso ter coragem.

O sonho de uma médica

  





Eu era muito menina, mal entendia o significado dos termos e das palavras, porém recordo-me que certa vez, papai olhou para mim e disse:
- Um dia esse jaleco vai ser seu!
Respondi piscando o olho e continuei brincando com minhas bonecas. Entretanto, como desejo de pai, parece ser mais forte que maldição de bruxa de contos de fadas, lá estava eu, diante de um diploma, canudo, que a meu ver, era um absurdo! Não sabia se chorava ou se sorria. Algo de precioso eu tinha, mas pairava a incerteza se realmente, era de vontade minha.
A noite está estrelada, a insônia insiste em permanecer nesta quente madrugada. Eu preciso sonhar para esquecer que estou cansada. Penso... ”Viver em um mundo globalizado me deixa muito agitada. Conseguir relaxar a mente e o corpo, atualmente é quase uma piada!”. Deitada sob a luz da penumbra, eu reflito sobre uma angústia profunda: “Sutilezas ou incertezas da medicina?”.

O Down







O Síndrome de Down
Não é dito
Como normal,
Mas tem todo um charme
Espontâneo, especial!
Pode ter nascido com uma anomalia,
Mas nos contagia
Com todo seu afeto e sua alegria!
A trissomia
Do cromossomo 21
É um desvio de percurso
Que o tornou um ser incomum
Que não o impede de ser feliz
De jeito nenhum!
É diferente,
Ser inteligente
Dotado de capacidades
Que precisam ser motivadas
Para fazer ressaltar
Suas habilidades acomodadas!
Único e exclusivo
Também é cidadão,
Também é indivíduo
Ah, como é contagiante
O seu sorriso!

Psicopedagogia in versus: arte da minha vida










Psicopedagogia
Uma área do conhecimento
Que integra em seu contexto,
Em sua concepção,
Psicanálise, neurociência, psicologia e
Educação!
É uma profissão,
Que tem jeito, ginga, vocação
Em ajudar
Adultos, jovens e crianças
A enfrentar suas dificuldades de aprendizagem
Com esforço e criatividade
Coragem e dedicação!
A psicopedagogia trabalha, envolve, mexe
Com o orgânico, mente, motricidade e o
Coração!
Implica limites e afetividades,
Contemplando sonhos, desejos, culturas e
Diversidades...                                                                                          

Noites sem fim









             Noite quente calor intenso, não há sinal da brisa do vento. Ouço o tilintar das ondas do mar. A praia está deserta, minha insônia é incerta. Pisco os olhos incessantemente, debruço-me sobre as grandes janelas brancas, sonho acordada, ainda há esperança.

Avisto uma sombra, um estranho vulto se aproxima, minhas mãos ficam trêmulas, suadas, sinto um arrepio, será meu capitão do mar que partiu? Ascendo as velas, permaneço na espera... Escuto passos, pessoas rindo, um casal de namorados caminhando entrelaçados. Coço os olhos, pensei que fosse meu bem amado.

Para todos os amigos do mundo






Amizade é magnífica

Deslumbrada aos olhos da verdade
Cativa, quando é recebida
Com enorme sinceridade
Pode ser ilusória ou realidade
Nunca se sabe
A grandeza de sua veracidade.
Existem amigos de raras horas
Que do dia para noite
Vão embora
Amigos singelos,
Doces e sinceros,
Fraternos,
Sensíveis e belos!
Amigos cuja mente
Não esquece jamais,
Aqueles que deixam saudades
Que se corre atrás...
Amigos de festas,
Amigos boêmios,
Amigos cultos, amigos gênios!
Amigos de infância
Aqueles desde criança
Que correm em nossas lembranças...
Amigo fiel
Aquele anjo querido,
Que sempre da um jeito de estar contigo.

É aqui que nos encontramos








Faz mais de cinquenta anos que estamos nos desencontrando, não faz mal 
é assim a vida, e a gente vai levando....
Lembra de tudo que passamos
Pernoitadas longas
Nunca cansamos
Somente os anos foram se passando...

 São tantas facetas
Começo a rir, 
Quando me lembro  de você 
Andando de muletas, caindo pelas beiradas
Naquela festa
No meio da mulherada
Que saudades
Daquelas palhaçadas

Os anos vão passando
Nós se desencontrando
As lembranças vão chegando
As lágrimas vão rolando
Tudo bem
Eu já estou me acostumando...